Saiba
Espirrar muito é normal ou pode ser sinal de um problema de saúde?

Publicado em 22/10/2020 17:04

Foto/Reprodução


O ato de espirrar nada mais é do que uma maneira das vias respiratórias expulsarem qualquer substância estranha que tenha invadido o organismo, por meio de um reflexo involuntário. Quando partículas como poeira, pólen, ácaros, vírus e bactérias irritam o nariz ou a garganta, ocorre o espirro.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Quando o espirro se manifesta em excesso, é sinal de que há um quadro alérgico.

Espirrar muito está quase sempre ligado à rinite alérgica

“O espirro é um alerta do corpo mostrando que o nariz está sendo irritado por algo. Se uma pessoa começa a espirrar muito, o mais provável é que ela tenha rinite alérgica. Eu diria que a grande maioria dos espirros (em excesso ou não) estão associados com algum tipo de rinite alérgica”, informa o otorrinolaringologista Rodrigo Pozzi.

Leia Também:  10 coisas que são muito comuns e aumentam os riscos de câncer

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Contudo, esse quadro também pode estar relacionado à corpos estranhos (mais em crianças, que introduzem objetos no nariz) e ambientes que desencadeiam inflamação por agentes externos, lesionando a mucosa nasal. “Exemplos desses agentes: fumaça, pólen, caspas de animais domésticos, casca de barata, ácaros, pó-caseiro, vírus, odores fortes e drogas inaladas”, lista Pozzi.

Tratando espirros e a rinite alérgica


Segundo o médico, o tratamento mais simples e caseiro para controlar o espirro em excesso consiste na limpeza com solução salina das fossas nasais e em evitar ambientes e coisas que desencadeiam respostas alérgicas. “O tratamento medicamentoso deve ser indicado individualmente pelo médico, com base na análise das particularidades de cada quadro e paciente”, recomenda.

Leia Tambem: 10 alimentos que seu filho não deve comer e que você deve dar atenção

Além do espirro em excesso, a rinite alérgica pode provocar sintomas como coriza, lacrimejamento dos olhos, congestão nasal, tosse e dor de garganta. 

O tratamento desse tipo de alergia também costuma ser feito com medicamentos, tais como antialérgicos, descongestionantes nasais e corticosteróides.  

Do site Cuidados pela Vida


COMPARTILHAR NO WHATSAPP