Entenda
Sangramento de escape, aquele, fora da menstruacão: o que é, causas e quando ir ao médico

Publicado em 22/10/2020 09:33 - Atualizado em 22/10/2020 09:33

Foto/Reprodução


Sangramento intermenstrual, também chamado de escape, é qualquer sangramento vaginal não relacionado com a menstruação normal. Este tipo de sangramento pode incluir manchas de pequenas quantidades de sangue entre os períodos – que podem exigir o uso constante de absorventes.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A menstruação normal ocorre a cada 21 a 35 dias e marca o início de um novo ciclo reprodutivo. Um período menstrual pode durar apenas alguns dias ou mais de uma semana. O fluxo pode ser pesado ou leve e ainda considerado normal. Ciclos tendem a ser mais longos antes dos 20 anos e depois dos 40 anos, e a intensidade também pode mudar com o passar da idade.

O sangramento vaginal é considerado anormal se ocorrer:

  • Quando você não está esperando o período menstrual
  • Quando o fluxo menstrual é mais leve ou mais pesado do que o esperado
  • Em um momento inesperado, como antes de 9 anos de idade, durante a gravidez ou após a menopausa.

Causas

O sangramento intermenstrual tem muitas causas possíveis. Por si só, não indica necessariamente uma condição séria.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Durante a gravidez, um sangramento pode significar complicações graves, como gravidez ectópica ou aborto espontâneo. Nesses casos, sempre se deve procurar ajuda médica.

Outras causas de sangramento intermenstrual incluem:

  • Ovulação, que pode provocar hemorragia no meio do ciclo
  • Síndrome dos ovário policístico
  • Interrupção ou início de pílulas anticoncepcionais
  • O DIU também pode aumentar as chances de sangramento intermenstrual
  • Infecção pélvica dos órgãos genitais (vagina, colo do útero, útero, trompas de Falópio, ou ovários)
  • Doenças sexualmente transmissíveis (DSTs)
  • Estresse
  • Doença inflamatória pélvica.

Outras causas menos comuns de sangramento vaginal anormal que pode ser mais grave incluem:

  • Miomas uterinos
  • Problemas estruturais, como prolapso uretral ou pólipos
  • Câncer do colo do útero, útero, ovários ou vagina
  • Estresse emocional extremo e exercício excessivo. Mas excesso de exercício mais frequentemente causa a ausência de menstruação (amenorreia)
  • Outras doenças, tais como diabetes ou hipertireoidismo.

Sangramento intenso durante as primeiras semanas após o parto ou após um aborto pode ocorrer porque o útero não se contraiu ao tamanho pré-gestacional ou porque ainda há tecido fetal no útero.

Se você tem 40 anos ou mais de idade, o sangramento intermenstrual pode significar que você está entrando no climatério.

As causas mostradas aqui são comumente associadas a este sintoma. No entanto, é necessário buscar ajuda médica para obter um diagnóstico preciso.

Escape menstrual pode causar cólica?

A ginecologista e obstetra Diana Vanni explica que o escape é sim capaz de gerar sintomas como a cólica. "Entretanto, sangramento persistente fora do período menstrual acompanhado de dor pélvica precisa ser avaliado pelo ginecologista para descartar, principalmente, infecções do útero e trompas", conta a médica.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia reportagem completa direto do Minha Vida


COMPARTILHAR NO WHATSAPP