Aconteceu
Modelo é morta e tem polegar arrancado para assassino poder acessar o celular dela
Antes de deixar o apartamento, o assassino selou com fita adesiva a porta e as janelas, para não deixar o cheiro do corpo em decomposição vazar

Publicado em 27/10/2020 11:45

Foto/Reprodução


A modelo e bioquímica Ekaterina Antontseva, de 34 anos, foi encontrada morta, no último fim de semana, pelo namorado dela, um empresário da construção civil, no apartamento em que ela vivia em São Petersburgo (Rússia). De acordo com a polícia, a russa foi estrangulada ou sufocada na última quinta-feira (22/10).

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O detalhe mais macabro da história foi que o assassino arrancou um dos polegares de Ekaterina para conseguir acessar o celular da vítima.

Ele usou o aparelho para enviar mensagem ao chefe da russa e avisar que "por estar doente, não iria trabalhar".

Ekaterina trabalhava como bioquímica no Instituto Tecnológico de São Petersburgo e também fazia ensaios e campanhas como modelo.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leia Também:    8 alimentos que você deve evitar depois dos 40 anos

 

Ekaterina Antontseva
Ekaterina Antontseva Foto: Reprodução

 

Segundo o "Daily Mirror", um homem, identificado apenas como Artyom, de 36 anos, foi detido sob suspeita de ser o autor do crime.

Antes de deixar o apartamento, o assassino selou com fita adesiva a porta e as janelas, para não deixar o cheiro do corpo em decomposição vazar.

A polícia acredita que Artyom devia dinheiro a Ekaterina e que o crime teria ocorrido durante uma discussão sobre essa dívida. Mensagens trocadas entre os dois teriam sido apagadas do telefone da vítima.

Do Extra

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -


COMPARTILHAR NO WHATSAPP